URGENTE!!! JONAS CASTRO PRATICA ATO ILEGITIMO NO TCE E PODE PERDER O CARGO E MANDATO.

0
82

A BNC informou que advogados ouvidos pelo portal de notícias afirmam que o presidente da câmara de Presidente Figueiredo extrapolou o limite e pode ter cometido crime de falsidade ideológica.

O presidente da câmara municipal de Presidente Figueiredo, vereador ‘Jonas Castro’ (partido avante), corre o risco de perder o cargo e o mandato.   Em ato legítimo,  o parlamentar prontocolou no dia 8 de maio o recurso no tribunal eleitoral (TSE), em nome da mesa diretora, mas sem o consentimento da assinatura dos seus membros.

No documento,  o vereador pede a cassação do prefeito Romeiro Mendonça (progressistas) e do vice, Mario Abrahão (PDT), ato do qual é o principal beneficiado.

Advogados ouvidos por um portal de notícias afirmam que Castro desrespeitou decisão judicial,  artigos do regimento interno e da lei orgânica do município e ainda pode ter cometido crime de falsidade ideológica.

Surpreendidos
A conduta de Jonas Castro veio a tona durante sessão nesta quarta-feira,  dia 20. Questionado em plenário sobre o assunto pelo vereador Marcos Nascimento (PSB), o presidente da câmara municipal cortou o microfone do parlamentar e encerrou a sessão de forma abrupta.

“Com o documento na mão, perguntei na sessão plenária se o vice-presidente e a primeira-secretaria tinham conhecimento do recurso do TSE. Quando eles responderam que não, ele “Jonas Castro” cortou o som e acabou a reunião” relatou Nascimento.

“Isso é crime contra o parlamento,  porque parlamento se dá por colegiado. Isso criou um medo porque ele é capaz de usar o nome dos membros da mesa diretora, em causa própria,  sem eles nem saberem”, alertou Nascimento.

FONTE: BNC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui