Sinteam pede da FVS detalhamento de informações sobre pandemia após retorno das aulas

0
106

Na terça-feira, a FVS divulgou que dos 1064 exames realizados entre os trabalhadores da educação, 342 apresentaram resultado positivo

Manaus – “O número de internações em UTI pelo novo coronavírus voltou a crescer, segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde. No boletim epidemiológico do dia 10 de agosto, data de reinício das aulas presenciais, eram 79 internados. No divulgado nesta quarta-feira (26), eram 109, um aumento de 38%. Isso significa que os casos começaram a agravar. A FVS precisa detalhar gênero e idade dessas pessoas, dizer se há casos entre nossa categoria e em que escolas há mais casos. Não pode esconder informação. É caso de saúde pública”, disse a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (SINTEAM), Ana Cristina Rodrigues.

Na última segunda-feira, o sindicato enviou ofício à fundação pedindo os dados do mês de julho e agosto separados por semana, gênero e idade dos casos confirmados, internações e óbitos. Desde o dia 8 de julho, a FVS parou de publicar o boletim epidemiológico semanal. No boletim diário só há números, sem possibilidade de verificar o perfil dessas pessoas, se são do sexo masculino ou feminino e qual a faixa etária. O SINTEAM pediu também o número de casos por escola e defende a suspensão imediata das aulas presenciais por entender que as escolas tornaram-se foco de contaminação.

“A diretora da FVS afirma que os professores não pegam covid-19 na escola, que estão aglomerados em espaços públicos, sem máscara, mas temos casos de colegas que testaram negativo antes da volta às aulas e agora o resultado do exame é positivo”, afirma Ana Cristina.

Até segunda-feira, o sindicato tinha confirmação (com exame apresentado) de 80 casos confirmados de covid-19 em 42 escolas. Ontem, foram contabilizados oficialmente 98 professores de 55 escolas. Na Escola Estadual José Bernardino Lindoso são 28 casos positivos. Na Severiano Nunes já passa de dez casos, assim como na Samuel Benchimol. “Se isso não é grave, não é motivo pra paralisar as aulas presenciais, é no mínimo de uma insensibilidade do governo. Queria saber se o governador, o secretário de educação, os deputados e a presidente da FVS deixariam seus filhos irem para uma escola tendo essa informação”, questionou a presidente do SINTEAM.

Na terça-feira, a FVS divulgou que dos 1064 exames realizados entre os trabalhadores da educação, 342 apresentaram resultado positivo.

Lista de escolas com COVID-19 – ATUALIZADA EM 27 DE AGOSTO – 10h45
1. Escola Estadual Agenor Ferreira
2. Escola Estadual Cor. Pedro Câmara – CMPM VIII
3. Escola Estadual Professor Antônio Maurity Monteiro Coelho
4. Escola Estadual Isaac Sverner;
5. Escola Estadual Professor Cleômenes do Carmo Chaves ;
6. Escola Estadual Senador Manoel Severiano Nunes;
7. Escola Estadual Ruy Alencar ;
8. Escola Estadual Aldeia do Conhecimento Ruth Prestes;
9. Escola Estadual Samuel Benchimol ;
10. Escola Estadual Professor Octávio Mourão ;
11. Escola Estadual Evandro das Neves Carreira – CMPM VI;
12. Escola Estadual Eliana de Freitas – CMPM VII;
13. Escola Estadual Desembargador André Vidal de Araújo ;
14. Escola Estadual Letício de Campos Dantas ;
15. Escola Estadual Professora Cecília Ferreira da Silva;
16. Escola Estadual Rofran Belchior Silva;
17. Escola Estadual Antogildo Pascal;
18. Escola Estadual Ernesto Pinho Filho ;
19. Escola Estadual Júlio Cesar Passos ;
20. Escola Estadual Petrônio Portela ;
21. Escola Estadual José Bernardino Lindoso;
22. Escola Estadual Ernesto Penafort;
23. Escola Estadual Natália Uchôa;
24. Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga – CMPM IV ;
25. Escola Estadual Professora Diana Pinheiro;
26. Escola Estadual Senador João Bosco Ramos de Lima;
27. Escola Estadual Cid Cabral;
28. Escola Estadual Roberto dos Santos Vieira;
29. Escola Estadual Cinthia Régia;
30. Escola Estadual Rilton Leal Filho;
31. Escola Estadual Manoel Rodrigues de Souza;
32. Escola Estadual Melo e Póvoas;
33. Escola Estadual Maria do Céu;
34. Escola Estadual Maria Teixeira Góes;
35. Escola Estadual Inspetora Dulcinéia Varella;
36. CMPM I – SubUnidade Petropolis ;
37. Ceja Jacira Caboclo;
38. Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida;
39. Escola Estadual Castelo Branco;
40. Escola Estadual Dom Milton Corrêa;
41. Escola Estadual Marcantônio Vilaça – CMPM II;
42. Escola Estadual Lecita Fonseca Ramos;
43. Escola Estadual Adelaide Tavares;
44. EETI Maria Rodrigues Tapajós;
45. Escola Estadual Sebastião Augusto Loureiro;

46. Luiz Vaz de Camões;
47. Hilda Azevedo Tribuzzy;
48. Valdocke Frick;
49. Candido Mariano;
50. Eunice Serrano;
51. Ângelo Ramazzoti;
52. Arthur Virgílio Filho;
53. Brasileiro Pedro Silvestre;
54. João dos Santos Braga;
55. Karla Patrícia;
56. São Luiz Gonzaga

FONTE: D24AM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui