Prefeitura inaugura nova estrutura do Centro de Controle de Zoonoses

0
68

Manaus – Em sua primeira agenda externa após alta do tratamento contra a Covid-19, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, inaugurou nesta segunda-feira (3), a nova estrutura do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Dr. Carlos Durand, localizado no bairro Compensa, zona oeste.

O CCZ recebeu reforma completa da rede elétrica e hidráulica, saiu de 14 ambientes e, agora, conta com 50, incluindo área administrativa, canil, centro cirúrgico, ambulatórios, sala de vacinação antirrábica, laboratórios, salas de espera e de reunião, recepção, copa e refeitório.

É uma obra humana, porque os animais fazem muito bem aos seres humanos. Na verdade, é um hospital para cães e gatos. Tem conforto, decência e respeito. Estou feliz, pois sonhava com essa obra grande, mas não pensei que ela fosse tão magnífica. Agora, se dá dignidade também aos animais desta cidade”, destacou o prefeito.

E a primeira-dama indicou o caminho para aqueles que desejam ter um animal de estimação: a adoção. “Eu já tenho três filhos de quatro patas. É um amor que só quem tem pode entender. E quem deseja ter o seu cachorrinho ou gatinho, que venha até o CCZ. Nós temos vários animais que estão esperando, aguardando por você para serem adotados. Eles são entregues vacinados, vermifugados, cheirosos e prontos para lhe dar amor”, disse Elisabeth Valeiko Ribeiro, também presidente do Fundo Manaus Solidária.

Homenagem

O CCZ Dr. Carlos Durand recebeu esse nome em homenagem ao médico veterinário e ex-diretor do local. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), todo o projeto arquitetônico foi elaborado para atender a legislação atual, no que se refere ao controle de zoonoses, oferecendo um ambiente mais moderno e humanizado no atendimento à população e aos animais, além de garantir um espaço mais adequado ao trabalho dos servidores.

Nossos animais terão muito mais conforto e segurança. Nossa equipe está preparada, nossos equipamentos adequados. É um grande ganho para os nossos animais. Esse lugar foi praticamente reconstruído e inaugurado no meio da pandemia”, reforçou o secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi.

Estrutura e atendimento

O espaço terá a capacidade, durante o período de pandemia da Covid-19, para realizar 16 castrações de cães e gatos por dia, mas o número poderá será ampliado para 50 procedimentos, após o fim da pandemia. A parte interna do lugar também traz mensagens sobre dicas e cuidados necessários com os animais domésticos como: não esquecer da vacinação, visitas periódicas ao veterinário e outros, além de orientar em relação ao artigo 32, da Lei 9.605/98, sobre o crime de abandono ou maus-tratos a animais.

No local, também serão oferecidos serviços de vacinação antirrábica animal, registro e identificação eletrônica de cães e gatos com implantação de microchip, visitas/fiscalização zoosanitárias, controle de animais sinantrópicos, que são aqueles que podem transmitir doenças e causar danos aos seres humanos, como é o caso de pombos, ratos, mosquitos, escorpiões, morcegos, entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui