Hamas afirma que bebê israelense de 10 meses morreu em bombardeio

O grupo extremista Hamas afirmou que, além do bebê, morram a mãe dele e o irmão, que tem quatro anos. Israel investiga o caso

0
17

MUNDO – O Hamas afirmou, nesta quarta-feira (29/11), que um bebê israelense que era mantido refém morreu em um bombardeio. Kfir Bibas tinha apenas dez meses quando foi sequestrado no ataque do último dia 7 de outubro. Israel investiga a informação.

Por meio do canal do Telegram, as Brigadas Al-Qassam, braço armado do grupo extremista, afirmaram também que teriam morrido a mãe dele, Shiri Bibas, 32 anos; e o irmão, de quatro anos, Ariel Bibas.

Logo após o comunicado, as Forças de Defesa de Israel publicaram comunicado em que afirmam estar em contato com os familiares dos reféns e que seguem apurando a informação.

“O Hamas é totalmente responsável pela segurança de todos os reféns na Faixa de Gaza. O Hamas deve ser responsabilizado. As ações do Hamas continuam a colocar em perigo os reféns, que incluem nove crianças. O Hamas deve libertar imediatamente os nossos reféns”, escreveu a entidade israelense, em comunicado.

As tropas israelenses ainda divulgaram imagens do momento em que a família é sequestrada pelo Hamas. No vídeo, a mãe aparece desesperada, enquanto segura as duas crianças no colo. Confira:

https://www.metropoles.com/

Esta quarta-feira (29/11) marca o último dia da trégua na guerra entre Israel e o Hamas. Os dois lados do conflito concordaram em cessar as ofensivas, durante seis dias, em troca da libertação de reféns israelenses e prisioneiros palestinos.

Fonte: Metrópoles 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui