Furacão Laura atinge costa do estado norte-americano do Lousiana

0
84

O furacão ameaça provocar inundações “catastróficas”

Ofuracão Laura, de categoria 4, máximo de 5, atingiu hoje a costa do estado norte-americano do Louisiana, com ventos máximos sustentados até 240 quilômetros por hora, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-5990868310294203&output=html&h=250&slotname=1636004644&adk=4121174086&adf=2232939446&w=300&lmt=1598550186&psa=1&guci=2.2.0.0.2.2.0.0&format=300×250&url=https%3A%2F%2Fwww.noticiasaominuto.com.br%2Fmundo%2F1622035%2Ffuracao-laura-atinge-costa-do-estado-norte-americano-do-lousiana&flash=0&wgl=1&adsid=ChAI8LOd-gUQhY3UkNq_2aIvEkgAdIfKkORKqStgNbg8dFqX611QkihwBPmjKvEr4FvbtXVU5XyAXn3DNNslwk3jCbRtnfJ1zId0RUSeIFCaZP-ywkYPIiVPV6A&dt=1598550185442&bpp=46&bdt=224&idt=615&shv=r20200820&cbv=r20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D137f618777f5fc2c%3AT%3D1598549623%3AS%3DALNI_MZC3Sj4hFhMRfJAJ_re_Xrvbe2qmQ&prev_fmts=0x0&nras=1&correlator=7802061579215&frm=20&pv=1&ga_vid=1288829959.1598550186&ga_sid=1598550186&ga_hid=2102575941&ga_fc=0&iag=0&icsg=8796663611904&dssz=38&mdo=0&mso=0&u_tz=-240&u_his=4&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=728&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=35&ady=1112&biw=1349&bih=608&scr_x=0&scr_y=0&eid=21066945&oid=3&pvsid=3098757597611748&pem=602&ref=https%3A%2F%2Fwww.noticiasaominuto.com.br%2Fmundo&rx=0&eae=0&fc=1920&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C1366%2C728%2C1366%2C608&vis=1&rsz=%7C%7CleEbr%7C&abl=CS&pfx=0&fu=8192&bc=31&jar=2020-08-27-17&ifi=1&uci=a!1&btvi=1&fsb=1&xpc=bpIDy9zvMH&p=https%3A//www.noticiasaominuto.com.br&dtd=623

Às 01h00 (03:00 em Brasília), o furacão, que ameaça provocar inundações “catastróficas”, de acordo com o NHC, atingiu a costa perto da cidade de Cameron.

As autoridades já ordenaram a evacuação da área de Lake Charles na terça-feira, onde vivem cerca de 200 mil pessoas.

O Laura, que já matou 21 pessoas no Haiti e outras quatro após passagem pela República Dominicana, ameaça agora o Louisiana e o leste do Texas.

Os meteorologistas previram, no entanto, um “enfraquecimento rápido” da tempestade, agora que o furacão atingiu o continente.

Ainda assim, esperava-se que o Laura causasse inundações generalizadas em estados distantes da costa, tendo sido emitidos alertas para grande parte do Arkansas.

Segundo as previsões, o furacão pode mesmo voltar a ser uma tempestade tropical assim que atingir o Oceano Atlântico, potencialmente ameaçando o Nordeste.

Os meteorologistas disseram que fortes chuvas podem atingir até sexta-feira partes do Missouri, Tennessee e Kentucky.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui