Enchente em Porto Alegre devastam Arena do Grêmio e o estádio Beira-Rio

0
86

BRASIL- O avanço do Guaíba em Porto Alegre não apenas impactou as áreas residenciais, mas também atingiu em cheio os estádios dos clubes de futebol da cidade. Imagens aéreas registradas nesta segunda-feira revelam a dimensão do problema: os gramados da Arena do Grêmio e do Beira-Rio estão completamente alagados.

Após o adiamento de jogos pelo Campeonato Brasileiro e competições da Conmebol, a dupla Gre-Nal enfrenta uma série de incertezas sobre quando poderá voltar a entrar em campo.

Os bairros Praia de Belas e Menino Deus, próximos ao Beira-Rio, foram severamente afetados pela cheia, assim como o Centro de Treinamento Parque Gigante, do Internacional, que está submerso desde sexta-feira. O clube aguarda o recuo das águas para avaliar os estragos, que não se limitam ao gramado, atingindo também áreas internas do estádio.

No bairro Humaitá, onde está localizada a Arena do Grêmio, a situação não é diferente. O estádio serviu como abrigo para mais de 500 desabrigados durante o fim de semana, provenientes dos bairros Farrapos e Humaitá, na Zona Norte. No entanto, a falta de água e energia elétrica na região levou à necessidade de evacuação das pessoas nesta segunda-feira.

Com o jogo marcado contra o Juventude pela Copa do Brasil e contra o Atlético-MG pelo Brasileirão, respectivamente, Internacional e Grêmio enfrentam sérias dificuldades. Além de não poderem treinar, a cidade enfrenta diversos problemas, como o fechamento do aeroporto, contribuindo para a incerteza sobre a realização dos próximos jogos.

O Rio Grande do Sul vem sofrendo com as fortes chuvas desde a semana passada, e o último balanço da Defesa Civil revela um cenário preocupante: o número de mortos subiu para 83, com 111 pessoas ainda desaparecidas e 291 feridas. Em Porto Alegre, o nível do Guaíba atingiu 5,26 metros, ultrapassando 2,30 metros acima da cota de inundação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui