Deputado João Luiz propõe linhas de crédito para compra de bicicletas

0
86

Na avaliação do parlamentar, a bicicleta também pode contribuir economicamente como ferramenta de trabalho e geração de renda

Manaus – Por meio de indicação protocolizada na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o deputado estadual João Luiz (Republicanos) propôs à Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) a disponibilização de linhas de crédito exclusivas para aquisição de bicicletas, comuns ou elétricas.

Na avaliação do parlamentar, além de ser uma alternativa de mobilidade vantajosa e sustentável, a bicicleta também pode contribuir economicamente como ferramenta de trabalho e geração de renda.

“Temos de passar a entender a bicicleta como fonte de emprego e renda, principalmente, neste período de crise. Isso porque, hoje, os negócios ligados à bicicleta estão ganhando espaço no mercado, com atividades alternativas envolvendo ‘bicientregas’, entregas em aplicativos de delivery, ‘cicloturismo’ e ‘foodbike’”, ponderou João Luiz.

Apesar de ser uma alternativa, João Luiz afirmou que, diante do momento difícil, nem todos têm dinheiro para garantir adquirir uma bicicleta. “Assim, nada mais lógico que o mercado pensar em alternativas para financiar equipamentos. Por isso, estou propondo a criação de uma linha de crédito específica para a compra de bicicletas, comuns ou elétricas, com financiamento de até 100% do valor, parcelado em 48 meses, com taxas mais em conta”, detalhou o parlamentar.

Para João Luiz, em um período em que a taxa de desemprego é alta por conta da pandemia, é de suma importância viabilizar recursos para estimular e possibilitar o uso da bicicleta como alternativa de renda.

“Manaus é a capital das Américas que mais produz bicicleta, no entanto ainda não podemos contar com crédito facilitado para adquirir o equipamento. E, pensando na bicicleta como ferramenta de trabalho e geração de renda, é que ratifico a necessidade de se criar condições especiais para a compra da bicicleta, podendo até firmar parceria com as fábricas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM)”, concluiu João Luiz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui