Campanha de combate ao fumo, em Manaus, inicia na segunda-feira.

0
76

De acordo com o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi, os fumantes inalam mais de 4.720 substâncias tóxicas, o que inclui o monóxido de carbono, amônia e cetonas

Manaus – Com o tema ‘Tabaco ou Saúde’, a prefeitura inicia, na segunda-feira (26), a Campanha de Combate ao Fumo 2019. A programação será realizada até sexta-feira (30), nas unidades de saúde coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), reforçando as ações para alertar a população, em especial adolescentes e jovens, sobre os riscos do uso do cigarro.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, destaca que, mesmo com a redução no índice de fumantes em Manaus, registrada a cada ano, é preciso manter a mobilização da sociedade no combate ao uso do cigarro e outros produtos derivados do tabaco, considerando os prejuízos para a saúde da população.

“O tabagismo causa dependência física, psicológica e comportamental. Os fumantes inalam mais de 4.720 substâncias tóxicas, o que inclui o monóxido de carbono, amônia e cetonas. E o arsênio, níquel, chumbo e substâncias radioativas são algumas das 43 substâncias cancerígenas inaladas por fumantes.

Comprovadamente, o tabagismo é a causa de, aproximadamente, 50 doenças que podem ser fatais e incapacitantes, como câncer, doenças respiratórias crônicas e cardiovasculares”, alerta Marcelo Magaldi.

De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde em 2018, Manaus apresentou um índice 6,4% de fumantes entre a população adulta, menos da metade do que o registrado na pesquisa realizada no ano de 2008, quando o índice foi de 13,5%.

A pesquisa do Vigitel de 2018 aponta, também, a cidade de Porto Alegre (Rio Grande do Sul) com o maior índice (14,4%); e Salvador (Bahia) e São Luís (Maranhão) com os menores (4,8%).

Para a gerente de Promoção da Saúde da Semsa, Francinara da Silva Lima, a redução nos índices de fumantes tem ocorrido por um conjunto de políticas públicas nacionais, estaduais e municipais. Em Manaus, houve a implantação do Programa Municipal de Controle do Tabagismo, em 2008 e, neste mesmo ano, foi iniciada a implantação dos ambulatórios na rede municipal.

Fonte: d24am

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui