Análise de veto é adiada e haverá ‘saidinha’ de presos no Dia das Mães

0
75

BRASIL – Após o Congresso Nacional adiar a análise do veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à lei que restringe a saidinha dos presos para o dia 28 de maio. Sem a derrubada do veto, alguns detentos poderão usar do benefício no Dia das Mães.

A decisão ocorreu após um acordo com a oposição. Em troca, o veto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre a Lei de Segurança Nacional, de 2021, também foi postergado para o mesmo dia.

O veto de Lula a dois trechos da lei da “saidinha” abre espaço para a permissão de visita à família e a realização de atividades para o retorno ao convívio social. Estarão aptos os que estejam no regime semiaberto, apresentem bom comportamento e já tenham cumprido ao menos um sexto da pena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui