A VERDADE! Mulher agredida em Pauini teria provocado os agressores com palavrões e xingamentos; entenda a reviravolta

0
4919

AMAZONAS – Após a repercussão de uma moça chamada Tuane Souza de Brito, 33 anos, do município de Pauini, ter sido agredida por supostos opositores do atual prefeito, novas informações chegaram até a nossa equipe.

Segundo as novas informações, a “vítima” teria provocado os “agressores” com palavras de baixo calão e xingamentos. Tuane provocou todos que ali estavam.

A suposta “vítima” passou horas em frente a casa do assessor de comunicação da prefeitura, que estava junto com o secretário de saúde Deive, sua mãe e uma parente próxima. Ao avistar Deive, Tuane embriagada insulta-o com diversos palavrões, chegando a chamar o secretário até de “pau mole”. Ela também insulta o assessor de comunicação e seu pai que ali estava.

Ao descer para ir para sua casa, o secretário mais uma vez foi xingado, provocado e humilhado. A mulher queria que Deive perdesse a linha e partisse pra cima dela, mas não obteve sucesso.

Não satisfeita, Tuane começa a chamar o secretário, o assessor e seus familiares de “pilantras”, foi nessa hora que a mãe e uma parente próxima do assessor de comunicação se revoltam com a mulher e após mais xingamentos a mãe do assessor parte para cima de Tuane em defesa de seu filho, a parente próxima também ajuda.

Outra pessoa que estava no local e não tinha vínculo nenhum com a briga, também foi xingada por Tuane que dispara ofensas preconceituosas “gordo, feio, corno…etc”

No intuito de fazer mais confusão, a mulher tenta levar na sua conversa usuários de drogas que estavam por perto, com intuito de fazer esses usuários saírem em sua defesa, mas não deu muito certo.

A fama de Tuane na cidade não é das melhores, boatos que gosta de sair com homens casados, inclusive, em áudio enviados por ela mesmo, Tuane expõe que teria supostamente “ficado” com um Policial, marido de uma moça que teria passando um tempo hospedada em sua casa. Ela teria aproveitado e ficado com o marido da mulher.

Tuane também expõe nos áudios que ela e o policial “faziam loucuras”, chega até mencionar o tamanho das partes íntimas do indivíduo e termina dizendo que foi “cacareco de puta e corno pra todo lado”; ouça

https://jornalnpam.com.br/wp-content/uploads/2024/04/AUDIO-2024-04-22-20-23-11.m4a?_=1 https://jornalnpam.com.br/wp-content/uploads/2024/04/AUDIO-2024-04-22-20-23-09.m4a?_=2 https://jornalnpam.com.br/wp-content/uploads/2024/04/AUDIO-2024-04-22-20-23-10-3.m4a?_=3 https://jornalnpam.com.br/wp-content/uploads/2024/04/AUDIO-2024-04-22-20-23-10-2.m4a?_=4 https://jornalnpam.com.br/wp-content/uploads/2024/04/AUDIO-2024-04-22-20-23-10.m4a?_=5

As baixarias da mulher continuam com ameaças, palavrões, xingamentos e etc.

E foi assim que a perigosa amante terminou sua noite de bebedeira, toda arranhada. Será se depois dessa surra ela ainda vai querer “dar uma de doida “, ainda vai querer pegar marido casado ou insultar filho de uma família trabalhadora e honesta que tem uma leoa como mãe? Vamos aguardar o próximo episódio da novela “apanhei por que mereci”.

Boletim de ocorrência 

Chegou a nossa redação alguns boletins de ocorrência registrados na 63a Delegacia Interativa de Polícia em que Tuane Brito é denunciada por incorrer em várias ocorrências em épocas diferentes, inclusive no caso do paciente que iria embarcar no voo para Rio Branco/AC, ocorrido na última semana, culminando com um outro Boletim de Ocorrência por Difamação registrado pelo prefeito Renato Afonso que foi massacrado nas redes sociais por conta da notícia infundada caracterizando-se como fake-news.

Em atenção ao ocorrido nos últimos dias em Pauini, procuramos o prefeito Renato Afonso (PSD) e este disse que há um acirramento de ânimos próprio do período pré-eleitoral. “Uma coisa é defender um ideal, uma bandeira, um projeto, mas não posso compactuar com mentiras e excessos, na maioria, com a digital da oposição que odeia nosso trabalho pois não querem o desenvolvimento de Pauini”, disse. Sobre a briga em que houve a agressão entre as mulheres, Renato disse lamentar e pediu rapidez na elucidação do fato.

“Como disse a ministra Carmem Lúcia, da mais alta corte do país, que é o Supremo Tribunal Federal, o ser humano é maior do qualquer erro que venha a cometer”, concluiu.

Veja os documentos abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui