Guerra de Facções: membro do CDN é morto em território do CV em Manaus.

Mesmo após a vítima ter sido baleada e caído, os pistoleiros se aproximaram a atiraram outras seis vezes contra o rival.


Manaus (AM) – Sérgio Maquiné de Almeida, de 39 anos, apontado como membro da facção criminosa Cartel do Norte (CDN), foi executado a tiros em um território dominado pelo Comando Vermelho (CV), na comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus. O caso ocorreu na madrugada deste domingo (28), por volta das 3h30.

De acordo com informações de populares, a vítima foi perseguida pela via, e baleada nas costas. Mesmo após ter caído, os pistoleiros se aproximaram de Sérgio e atiraram outras seis vezes contra ele, que morreu no local.

Segundo testemunhas, durante a execução, os pistoleiros gritavam “CV”, a sigla do Comando Vermelho, e posteriormente, fugiram em um carro modelo Chevrolet Vectra. A principal linha de investigação da polícia é de que Sérgio Maquiné tenha sido vítima de um acerto de contas pela rivalidade entre as duas facções.

Noite violenta

Nem mesmo o jogo entre Palmeira e Flamengo pela Copa Libertadores, na tarde de sábado (27), foi suficiente para acalmar os ânimos da criminalidade em Manaus. Pelo contrário, a capital registrou uma noite sangrenta com seis homicídios. 

Morte da Compensa

Por volta das 20h, a vítima foi o subgerente Maurício da Cunha, de 21 anos . Ele estaria caminhando pela rua 21 de junho, quando foi surpreendido por um tiroteio no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. Apesar de ter corrido, foi atingido com um disparo fatal. A vítima chegou a ser socorrida e levada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, mas não resistiu. O subgerente não tinha passagem pela polícia.

Mais de 20 tiros

No bairro Novo Aleixo, Zona Norte de Manaus, Luiz Felipe Chaves, de 28 anos, foi executado com mais de 20 tiros, por volta das 20h30, no beco Guaiba.  Segundo a polícia, a principal suspeita é de que morte tenha sido um acerto do tráfico de drogas. Há sete anos, Luiz já havia sido preso após ser flagrado distribuindo entorpecentes com dois filhos pequenos e tinha uma longa ficha corrida por envolvimento com o tráfico.

A perícia informou que ele foi atingido com 10 tiros na cabeça, seis nos braços, quatro na barriga e dois nas pernas. 

Morte no Tarumã

Por volta das 23h30, o ajudante de pedreiro Ronaldo Fonseca Costa, de 21 anos, também foi morto a tiros. O crime aconteceu na zona Oeste de Manaus, na rua Goiânia, comunidade Campos Sales, bairro Tarumã. O corpo da vítima estava jogado nas margens da via e os disparos atingiram a cabeça e o peito. A motivação e autoria do crime são desconhecidas.

Execução no Terra Nova

No bairro Colônia Terra Nova, Paulo Henrique da Silva Lima, de 18 anos, foi alvejado com cinco disparos que atingiram a cabeça, o tórax, os braços e uma perna do jovem. De acordo com populares, ele teria saído, recentemente da prisão e cometido roubo no local, o que teria motivado o crime. Paulo ainda chegou a ser socorrido e levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galileia e, posteriormente, ao Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na zona Leste de Manaus, mas não resistiu.

Facadas

Já no fim da madrugada deste domingo (28), uma vítima, ainda não identificada, deu entrada no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, zona Leste, com perfurações de faca na barriga, e morreu em seguida. O crime teria ocorrido no bairro São José, na Zona Leste da cidade. As motivações do crime e autoria ainda permanecem desconhecidas.

Sem prisões

Até o momento, não houve prisão em nenhuma das ocorrências. Os casos estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *